[Filosofia] KISS – Keep it stupid simple

terça-feira, 03/08/2010 12:15 am  

Se um dia você parar para pensar irá observar que muitas questões que julgamos complicadas e complexas podem ser resolvidas com soluções estupidamentes simples, isto se aplica desde a engenharia, desenvolvimento de software, quanto acredito eu a qualquer coisa na vida, ou seja, não complique, mantenha um pensamento simples…

 

De tempos em tempos conversando com algumas pessoas que tenho contato, seja pela internet, ou mesmo colegas do trabalho eu sempre observo que estou fazendo um mesmo comentário:

Gostaria de ter apenas uma idéia muito idiota nessa vida para internet, pois são essas que geram retorno financeiro $$$

Então depois de pensar e repensar, me deparei com a sigla K.I.S.S. – keep it stupid simple, que no bom português quer dizer, mantenha isto estupidamente simples, ou para bom entendedor é, NÃO COMPLIQUE!

 

Provável que agora vocês esteja se perguntando, mas o que isto tem haver com o desenvolvimento de software?!

No meu caso, e muito provavelmente no seu também… tem tudo haver…

 

Explicando, pense que você irá desenvolver um software para um fim específico, alguns exemplos simples:

– Censo

– Player de MP4 para assistir seriados e se orientar quais episódios você já assistiu

 

É nessa hora que começam os problemas…

Pois eu, e creio que muitos dos que compartilham o mesmo problema que eu sofrem neste exato momento.

Definimos o escopo base da aplicação, paramos, olhamos e pensamos (grave problema agora): Isto está muito simples… então começamos a "viajar nas idéias" de como fazer uma ultra-mega-super aplicação que seja a aplicação e supra todas as necessidades do seu propósito.

Eis que o resultado resultante desta viagem é: Pensamento e mais pensamentos, turbilhão de idéias que poderiam gerar uma super aplicação incomparável, só tem um problema… quanto tempo se passou desde de que se definiu o tema e escopo base até agora? Já saiu algum código? Não?!  Olha o problema ai… PARE DE SONHAR E VÁ CODIFICAR!

Em primeiro lugar esta é uma luta mental pessoal onde eu grito comigo mesmo… [eu sei, eu sei, sou louco…]

 

Voltando a falar nas aplicações de internet, se você observar as idéias que deram certo e que foram implementadas, se você as acompanhou desde o início, já percebeu que lá no início estas eram ridiculamente limitadas e estupidamente simples.

E esta é a chave do sucesso destas aplicações.

 

Quer exemplos de idéias estupidamente simples que podemos até chama-las de idiotas?

– Youtube

Lá quando o Youtube foi lançado, tente fazer o esforço mental de esquecer do Youtube da magnitude dele hoje, mas a anos atrás você criaria um site para publicar videos na internet, onde o propósito era somente este… você criaria um site desses? Eu não, pois é "idiota" demais e não vejo uma utilidade prática para isto.

– Vender o jato invisível da mulher maravilha

Esta foi a mais ridículas das idéias que eu vi, porque se você pensar, com certeza você vai pensar: Não vai vender, é jogar dinheiro no lixo… porém não foi isto que aconteceu…

Veja no GizmodoBR, que muito provavelmente seja um pedaço de acrílico… isso se for de acrílico…

– Vender pixels em um site

Não achei a referência do site original, porém achei outros sites que copiaram a mesma idéia e o pior é que tem gente que comprou pixels nesses sites Oo WTF?!  [UmMilhão | Transformando Pixels em dinheiro]

– Ferramenta de desenho de rasculhos de telas

Me refiro ao Balsamiq, porém não julgo a idéia idiota, porém foi realmente simples a primeira versão e atingindo no ponto o seu propósito, ter uma ferramenta de desenho que simula e elimina nossos rascunhos manuscritos de telas de sistemas para validar com nossos clientes, sendo uma ferramenta simples de utilizar e muito funcional, este para mim é um caso 100% de KISS aplicado a desenvolvimento de software. Logicamente que hoje a ferramenta desde o seu lançamento já evoluiu muito e conta com muitos recursos novos, além que a usabilidade da ferramenta também evoluindo, e o que já era fácil, ficou mais fácil de utilizar.

 

Fora estes casos, temos a filosofia KISS aplicado a outros casos como por exemplo:

Reza a lenda Urbana de Curitiba-PR, sobre os ônibus biarticulados, aqueles grandões que possuem sua própria canaleta(rua, via, como queira) que diz, quando estavam implantando este sistema de transporte, tinham um sério problema para resolver que era, como fazer o ônibus parar no local preciso para abrir as portas no local que deveria abrir? Então começaram a viajar nas idéias, as mais absurdas, que incluem até sensores no chão para saber a posição do ônibus, até que certo ponto, não sei ao certo esta parte, um motorista em sua simplicidade chegou para os respectivos "doutores" e disse: – Por que não pintam uma faixa no chão indicando onde devemos parar, então quando estivermos dirigindo, só parar em cima dessa faixa e que as portas estarão nos locais corretos?

Outra história interessante é uma bem conhecida de muitos, da fábrica de Pasta de Dentes e as caixas vazias, esta pode ser lida neste link.

 

Então, minha conclusão [em minha humilde opinião], devemos procurar sempre manter um pensamento o mais simples possível, até mesmo para os casos que parecem complexos, pois por todos os casos e histórias conhecidas, são sempre os mais baratos e os que geram maior retorno financeiro, os que aplicaram a filosofia KISS.

 

, , , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 500 post(s).


Entre em contato